Política de cookies

Nós usamos cookies para oferecer aos nossos visitantes uma clara e confortável ao visitar nossa experiência website. Ao utilizar o nosso website você aceitar o uso de cookies; Você pode aprender mais sobre cookies e seu uso em nosso site na secção Política de Cookies.

História

A GAES abriu as suas portas em 1949 com um objetivo: melhorar a comunicação e a qualidade de vida das pessoas com problemas auditivos, através de um atendimento periódico e personalizado e com a última tecnologia em aparelhos auditivos.

Por isso, nos dias de hoje, somos líderes do setor da correção auditiva e somos a única empresa deste ramo com fábrica na Península Ibérica e com mais de 500 centros abertos em todo o mundo.

Cronología

1949

Após uma viagem a Londres, José María Espoy e Juan Gassó regressam trazendo consigo um dos primeiros aparelhos auditivos. É então que veem uma grande oportunidade de negócio em Espanha e decidem fundar a primeira empresa espanhola de audiopróteses, a que chamam GAES.

1953

Os fundadores viajam para os Estados Unidos e conseguem a representação em Espanha da Telex, uma prestigiada marca americana de aparelhos auditivos.

1958

Gassó e Espoy, juntamente com Borguñó e Jimeno, fundam a sociedade Microson, dedicada à produção de aparelhos auditivos, e criam o Modelo 10, o primeiro aparelho auditivo retroauricular.

1960

Surge o aparelho auditivo convencional MICROSON 2 e os primeiros aparelhos auditivos retroauriculares.

1962

Surge o aparelho auditivo convencional MICROSON 3.

1963

Inauguração da primeira delegação da GAES em Barcelona.

1964

Produção do MICROSON 10, o primeiro aparelho auditivo retroauricular.

1965

Produção do MICROSON 11, retroauricular de pequeno tamanho, e do MICROSON T8, o primeiro aparelho auditivo com intracanal modular.

1968

Nasce o primeiro aparelho auditivo retroauricular com circuito integrado, o MICROSON 17.

1969

Criação do MICROSON 23, o aparelho auditivo convencional de ganho elevado.

1970

É incorporado um microfone Electret no aparelho auditivo retroauricular de ganho elevado, dando origem ao MICROSON 25.

1971

É criado o APARELHO AUDITIVO-BRINCO MICROSON para o mercado feminino, com brincos de ouro que contêm um aparelho auditivo no seu interior.

1972

Joan Gassó recebe a medalha do Município de Paris em reconhecimento do seu trabalho no campo da investigação científica e técnica.

1975

Os escritórios centrais da GAES são transferidos para o edifício Windsor.

1976

Criação do MICROSON 30, o aparelho auditivo retroauricular de elevado ganho.

1978

Lançamento do intracanal.

1981

Criação do MICROSON 33, um aparelho auditivo intracanal-ouro feito à medida e de ganho elevado, integralmente desenvolvido e desenvolvido pela Microson.

1984

Surge o MICROSON 34, o aparelho auditivo retroauricular médio.

1985

É criado o MICROSON-MINI, um aparelho auditivo intracanal personalizado, de dimensões miniaturizadas.

1988

É apresentado o equipamento GAES IOOKT, um método de reeducação auditiva que obtém o primeiro prémio “Expo-Optica”.

1991

Implantação, nos Centros Auditivos GAES, do método S.A.S., um método de simulação que dá a máxima garantia de acerto na adaptação de aparelhos auditivos intra.

1992

Lançamento da primeira geração de aparelhos auditivos, baseados na restauração natural da audição.

1993

Abertura do primeiro centro auditivo GAES em Portugal, na cidade do Porto.

1994

É criado o microcanal Tympanette, o aparelho auditivo que se aloja no interior do canal auditivo, junto ao tímpano.

1995

Surge o aparelho auditivo intra MICROSON M-100.

Abertura do primeiro centro auditivo em Lisboa.

1996

É dado um grande passo em termos de qualidade sonora, com a introdução da nova geração de aparelhos auditivos de programação digital.

Abertura do terceiro centro da GAES em Portugal, este ano em Coimbra.

1998

Apresentação dos primeiros aparelhos auditivos totalmente digitais e abertura do primeiro centro GAES no Chile.

1999

A GAES festeja-se o seu 50º aniversário, que coincide com a primeira abertura de um centro na Argentina e com a criação do aparelho auditivo microcanal MICROSON M-200.

Abertura do segundo centro auditivo na cidade do Porto.

2000

Abertura da GAES em Itália.

2001

Lançamento do Retro X, o primeiro implante de ouvido externo.

Abertura de um centro em Aveiro e mais um centro em Lisboa

2002

Surge a primeira campanha nacional da GAES na televisão.

Abertura de centro Gaes em Braga.

2003

Abertura da GAES no México.

2004

Lançamento do M300.

Abertura do centros de Almada e Santarém.

2005

Lançamento do M500.

Consolidação da presença da GAES em Portugal com abertura dos centros de Barcelos, Gondomar, Guimarães, Póvoa de Varzim, Santa Maria da Feira e Vila Nova de Famalicão. A GAES Portugal termina o ano com 15 centros abertos ao público.

2006

Lançamento do sistema de comunicação Copa América e abertura de um centro na Turquia.

Gaes Portugal segue a sua política de expansão com a abertura de centros em Matosinhos, Setúbal, Viana do Castelo, Vila Real e o seu terceiro centro na cidade do Porto.

2007

A atriz espanhola Lola Herrera, tornou-se a imagem da GAES.

Abertura dos centros de Beja, Viseu e o terceiro na capital.

2008

Falece Juan Gassó Bosch, fundador da GAES, depois de ter conseguido abrir 500 centros auditivos em todo o mundo.

Abertura do centro de Faro.

2009

A GAES festeja o seu 60º aniversário, tendo ajudado mais de 500.000 pessoas a melhorar a sua audição.

2010

É inaugurado o edifício Juan Gassó Bosch, a nova sede corporativa da GAES.

Extensão da cobertura da GAES Portugal à Madeira, com a abertura de um centro no Funchal e a inauguração de um centro auditivo em Leiria.

2013

GAES Portugal comemora 20 Anos.

Novembro de 1993 marcou o início da aventura com a abertura do primeiro centro na Av. da Boavista, na cidade do Porto.

2013

GAES Portugal abre novo centro na vila de Cascais.